foi adicionado com sucesso ao seu carrinho.

Quando começaram a se popularizar no fim dos anos 90, os websites eram simples se comparados aos de hoje, mas já causavam grande impacto e credibilidade às empresas e negócios.

Eram mais lentas as transformações tecnológicas, pensadas até o início dos anos 2000 apenas para serem acessados em PCs e Notebooks, mas com a ascensão do Google e dos Smartfones, tornaram-se a principal plataforma de comunicação quando facilmente encontrados pelos usuários e, atualmente, é o melhor agregador de conteúdo que uma empresa e profissionais podem ter.

Os visitantes chegam até os sites e suas redes sociais através do mecanismo de busca do Google que, atualmente, detém a grande maioria do tráfego na internet. Não é nas redes sociais que primeiro o seu público-alvo irá procurar sua marca, produto ou serviço, mas no Google. Digitam no buscador palavras-chaves que resultam em uma lista de sites relacionados à busca realizada, e os primeiros resultados visíveis serão clicados abrindo o site. A partir daí, se gostam da apresentação e encontram o que precisam no conteúdo do site, eles avançam para seus outros canais, a fim de curtirem com mais engajamento e tornarem-se fãs da marca.

Tráfego online vem na maioria de buscas do Google via smartphone, a maioria do tráfego online em smartphones vem de buscas orgânicas do Google, que são os resultados gratuitos, não patrocinados, gerados pelas técnicas conhecidas como SEO (Search engine optimization). Por isso, atualmente toda tecnologia dos websites são baseadas em multiplataformas, para navegação em diversos tamanhos de tela.

O Google depende do teu site, ter o próprio website é tão relevante que a gigante Google depende dele, e sem um site você diminui as chances da tua empresa ser encontrada na internet pela maioria dos teus futuros contatos qualificados, aqueles que realmente querem comprar seus produtos ou serviços e que lhe resultariam em vendas, e não apenas dos que querem curtir e seguir teus posts.

Uma fan page mesmo com centenas de fãs não é o suficiente, nem em quantidade de pessoas, e nem em quantidade de conteúdo organizado para gerar seus leads, ou seja, contatos qualificados com um forte desejo de compra. A plataforma do site sim.

O papel das redes sociais para negócios e empresas não é apenas ‘configurar uma fan page’, isso é muito pouco para gerar leads, que são contatos qualificados para vendas, novos negócios.

O público da sua fan page é muito pequeno e limitado pela própria rede social (que agora prefere posts de pessoas e não mais de marcas nem de conteúdo jornalístico profissional, isso como estratégia para desaquecer os debates e aumentar o nível de entretenimento), se comparado ao ótimo tráfego e enorme público que um site pode gerar quando utilizado sob a orientação de uma agência profissional e na sua totalidade, quando integrado aos aplicativos de mensagens, às redes sociais e aplicativos de marketing digital.

Um website que dá retorno é construído com navegabilidade e usabilidade. Fácil de navegar e com conteúdo estático e dinâmico periódico super relevante, normalmente exclusivo, preferência do Google para os melhores resultados na busca. Um investimento necessário em tecnologia de última geração, desenvolvimento de conteúdo e utilização de ferramentas de marketing digital.

Um website criado pela agência é sem dúvida sua melhor opção em relação a um site grátis, que normalmente são improvisados, ou apenas uma fan page. Uma fan page é pouco ou quase nada sem o seu site para agregar e compartilhar o conteúdo e para conquistar contatos qualificados.

Sem o seu próprio site a sua comunicação é limitada. O seu website é a melhor plataforma para agregar e espalhar conteúdo sobre sua marca e produtos.